English

O conteúdo desta página requer uma versão mais recente do Adobe Flash Player.

Obter Adobe Flash player

 
 
Home
A Empresa
Nossa Frota
Contato
Intranet(Sistw)
Notícias
Trabalhe Conosco
Sobretaxa Combustível
 
 
Transporte rodoviário prevê crescer 10% no 2º semestre
O setor de transporte rodoviário de carga, que pretende obter crescimento superior a 10% neste segundo semestre de 2010, credita à falta de mão de obra, ao difícil acesso a linhas de crédito e à falta de veículos e equipamentos os principais motivos limitadores de crescimento até 2011.

Segundo estudos da Associação Nacional de Transporte de Carga e Logística (NTC&Logística), no primeiro semestre deste ano 54,3% das empresas que participaram da pesquisa alegaram que deixaram de atender mais clientes por falta de veículos ou mão de obra, e mais de 61% encontraram dificuldade para adquirir insumos como veículos, pneus e implementos.

"O governo colocou um programa de financiamento excelente no mercado, porém define um período muito pequeno, e com isso todos os empresários correm para comprar caminhão. Isso não significa que está faltando caminhão, todas as indústrias estão preparadas hoje para atender à demanda, mas é preciso que o governo estipule prazos maiores para estes programas, para que assim o empresário possa se organizar", disse o diretor de Vendas da MAN Latin América, Antônio Cammarosano Filho.

O item mais curioso da pesquisa ficou por conta da infraestrutura -rodoviária, portuária e aeroportuária-, que em apenas 18,3% dos casos foi apontada como limitador de crescimento até 2011. Em contrapartida 47% das empresas pesquisadas informaram que irão investir na ampliação da frota de caminhões neste semestre.

"No segmento de caminhões alguns números são muito assustadores, já vi crescimento em vendas em mais de 100%, isso representa que o empresário está tentando manter a competitividade", comentou Cammarosano Filho.

No primeiro semestre de 2010, mais de 70% das empresas afirmaram resultados superiores aos obtidos no mesmo período de 2009, destacando que em 43,9% dos casos esse crescimento foi superior a 5%. Em relação ao aumento no valor dos fretes, 57% admitiu ter repassado algum aumento de frete ao cliente em 2010, em média o reajuste foi de 6,5%.

Aviação

No setor de logística aérea, a empresa Azul Cargo, braço da Azul Linhas Aéreas, que completou um ano de operação neste mês, transportou neste período 25 mil toneladas, nos mais de 272 mil volumes. Foram atendidos cerca de 8 mil clientes nas 2.156 cidades que a companhia opera. Ela possui hoje, 32 terminais de carga, incluindo a nova loja aberta ontem (26), no aeroporto de Congonhas em São Paulo. "Até o fim do ano mais 20 lojas serão implantadas nas cidades do interior dos estados do sul e do sudeste do Brasil", afirmou o presidente Pedro Janot.

Fonte: Transvias - www.transvias.com.br

 
 
  Rua Ganges, 653 - Vila Carrão - CEP: 03445-030 - São Paulo - SP - Brasil  
 
©2007-2021 - Todos os direitos reservados Teamwork express